segunda-feira, 13 de junho de 2016

Você Sabe o que é Diástase Abdominal?



 Diástase Abdominal é uma condição que acontece na região do abdome devido a uma distensão exagerada dos músculos abdominais, levando a uma laceração das fibras musculares e a um espaçamento excessivo da linha Alba, ou linha branca (área central de cor branca que existe entre os músculos reto do abdome, formada por tecido conjuntivo).
Os músculos da parede abdominal anterior localizam-se na região entre as costelas e a pelve, circundando os órgãos internos, e sua função é sustentar o tronco, permitir movimento, manter os órgãos no lugar e sustentar a coluna lombar.
Existem três camadas de músculos que fazem essa função:
-  Transverso do Abdome – mais profundo
 Oblíquos – camada média
 Reto do Abdome – mais superficial

Esse espaçamento pode ser medido com os dedos ou
paquímero, e é mais comum acontecer próximo ao umbigo, sendo que uma medida de até 2,5 cm ainda é considerado normal.
Como os músculos da parede abdominal são responsáveis pela sustentação do corpo, equilíbrio, manutenção dos órgãos internos; e auxiliam no parto e na respiração, a existência da Diástase Abdominal afeta todas essas funções. Conforme a gravidade da situação, a pessoa pode ter inclusive, incontinência urinária e fecal, e constantes dores nas costas.
Apesar de ser mais comum em gestantes, devido ao abaulamento da região do abdome, advindo do aumento do tamanho do útero (e em alguns casos, do excesso de peso da grávida), esse fator acomete também:
·  Atletas de força e crossfit – devido à alimentação que dilata o estômago; e à alta exigência dos músculos do abdome na hora de fazerem força para levantarem muito peso
· Atletas de salto (ou que saltam muito, tipo vôlei) – devido á exigência dos músculos do abdome para estabilizar na aterrissagem e equilibrar na saída no salto;
·  Idosos – devido à perda de massa magra geral, perdendo força muscular
·  Obesos – devido à excessiva distensão da musculatura do abdomem.
 
O tratamento, apesar de parecer simples, deve ser acompanhado de perto por um profissional da saúde (Educador Físico/Personal Trainer ou Fisioterapeuta), que entendam do assunto. Uma das coisas que mais acontece, é que, quando se diz que a Diástase Abdominal acontece por fraqueza dos músculos do abdome, a primeira coisa que a pessoa procura fazer é infinitos (e inimagináveis), estilos de abdominais.
Na verdade, antes de chegarmos a esse patamar, devemos aplicar técnicas de respiração forçada (pois fortalecem o transverso do abdome), consciência corporal, alguns tipos de exercícios que fortalecem o abdome (não são todos que podem ser feitos), para posteriormente, aumentarmos o grau de solicitação muscular.
Alguns exercícios abdominais (tipo os tradicionais, prancha e rolinho), aumentam a pressão intra-abdominal, e como o transverso do abdome (um dos responsáveis pela estabilização dos músculos internos), está fraco, esse tipo de abdominal só vai piorar a situação.
Dessa forma, para alguém que está com a Diástase Abdominal, devemos usar de exercícios progressivos de treinamento funcional que fortaleçam o CORE, paralelo a exercícios de respiração e posturais.
Portanto, fique atendo ao seu corpo e aos sinais que ele te dá, e comunique ao seu Personal Trainer, para que ele aplique os exercícios adequados para reverter essa situação!!

Deixem seus comentários e vejam o vídeo desse assunto no meu canal do YouTube Fabíola Mamede Personal Trainer.

Abraços e até a próxima.